Shrinking Cities

"Strengthening the role of youth work in contesting dynamics of shrinking cities"

A YouthCoop faz parte de uma parceria estratégica europeia para estudar os desafios ligados com o fenómeno do declínio populacional em cidades e centros urbanos da União Europeia.

O declínio populacional afeta diversas cidades portuguesas e europeias, podendo até ser observado em capitais europeias como Zagreb, onde existe um movimento populacional, conhecido como êxodo, para outros locais.

Em Portugal este fenómeno tem vindo a ser observado ao longo de décadas com o crescimento populacional das cidades litorais e o decréscimo populacional das regiões do interior do país. O fenómeno que denominamos de “Shrinking City” ou cidade em declínio poderá acontecer em qualquer centro urbano em que se verifica uma gradual descida da população em geral ou de uma faixa etária populacional (por exemplo: os jovens).

O projeto tem como objetivo contribuir para a criação de novas estratégias de inclusão social e participação cívica para jovens que residam em territórios em declínio. Será realizado um estudo destes desafios e fatores que contribuem para a ocorrência deste fenómeno em diversos territórios  europeu para procurar compreender como o trabalho de juventude (Youth work) poderá ser utilizado para atenuar ou até reverter este efeito.

Linha Temporal

Resultados Esperados - Toolkit

Os resultados finais serão disseminados num conjunto de ferramentas (toolkit) e disponibilizados online para utilização por técnicos de juventude que atuem em outras cidades identificadas como “Shrinking Cities”, e não só. A publicação espera-se que agregue as metodologias de mapeamento desenvolvidas, os resultados dos estudos realizados nos países parceiros, fruto da implementação das metodologias, e as boas práticas de trabalho de juventude recolhidas que contribuam para reduzir os fatores que causam esta problemática.

Encontro para a Definição de Metodologias

Em Janeiro de 2019 estivemos reunidos com os especialistas das organizações parcerias do projeto em Weimar (Alemanha).

Foram vários dias focados na definição das metodologias de investigação, sobretudo no estabelecimento de entendimentos comuns entre parceiros sobre as definições de Trabalho de Juventude, do conceito de cidades e centros urbanos, da identificação de contextos de Declínio Urbano – “Shrinking City” -, na definição de perguntas de investigação e terminando com a escolha e adaptação de metodologias práticas e teóricas a serem empregues ao longo dos próximos meses.

Encontro de lançamento - "Kick-off"

O encontro aconteceu em Zagreb de 25 a 28 de Novembro de 2018 juntando quatro países para discutir os desafios conectados com o fenómeno das “Shrinking Cities” na União Europeia e a sua adaptação à realidade atual.

Foram três dias intensivos de partilha de ideias e discussão entre os representantes de cada organização parceira onde se definiram os pontos chave, as metas e as tarefas do projeto.

A próxima reunião já está marcada para Janeiro em Weimar, Alemanha, para a definição das metodologias e atividades de mapeamento.

Resultados

Como resultados finais do projeto, apresentamos o seguinte conjunto de ferramentas (toolkit) e relatório de investigação, disponibilizados em formato de impressão, para utilização por técnicos que trabalhem com e para jovens em territórios em declínio (e não só).

As publicações agregam as metodologias de mapeamento desenvolvidas, os resultados dos estudos realizados nos países parceiros, fruto da implementação das metodologias, e as boas práticas de trabalho de juventude recolhidas que consideramos importantes para reduzir os fatores que causam as problemáticas identificadas no território que conduzem ao declínio destes territórios.

Toolkit Trabalho de Juventude na/para as Cidades em Decl]inio 

(Youth Work in/for the Shrinking Cities)

Relatório do projeto com aprofundamento da metodologia de estudo e das boas práticas estudadas

Slides da apresentação do Seminário de disseminação “Ideias Jovens a Povoar Territórios – Trabalho de Juventude em territórios com declínio demográfico.

O Trabalho DESENVOLVIDO em Portugal

O projeto foi desenvolvido em quatro países e resultou na análise de dez projetos ligados ao trabalho técnico de juventude.

Em Portugal, o trabalho foi realizado pela Youth Coop e pela UMAR – União de Mulheres Alternativa e Resposta, estando focado no estudo de dois projetos implementados em territórios em declínio.

Covilhã – Projeto Idearia (Coolabora)

A Youth Coop focou-se no estudo do projeto Idearia desenvolvido no municipio da Covilhã focado na áreas de capacitação de jovens,  empregabilidade e empreendedorismo, desenvolvido pela Coolabora de 2015 a 2018.

A Covilhã é uma cidade e município do interior de Portugal que tem sofrido um decréscimo populacional derivado de diversos fatores sócio económicos. Um dos fatores que contribuiu para o decréscimo populacional trata-se do encerramento da industria local e consequente êxodo da população. Apesar da vasta oferta cultural na cidade e da presença da Universidade da Beira Interior que atrai anualmente  jovens estudantes para a região, a população jovem apresenta dificuldades em se fixar na região. 

O projeto Idearia pretendeu apoiar jovens a procurar respostas para os desafios do inicio das suas carreiras profissionais através da participação em percursos de experimentação e de desenvolvimento de competências ligadas ao desenvolvimento pessoal, social e ao empreendedorismo.

O projeto incluiu cinco vertentes:

  • Laboratório Criativo com oficinas de teatro, de expressão plástica e de fotografia e vídeo para promover o autoconhecimento e desenvolvimento de competências sociais.
  • Laboratório de Empreendedorismo com formações e encontros destinados a apoiar jovens no desenvolvimento de competências ligadas à empregabilidade, à gestão pessoal e à criação de negócios pessoais e sociais.
  • Laboratório de Experimentação com encontros entre jovens para fomentar o trabalho em equipa e, através da criação de um espaço seguro para a partilha de ideias e experimentação, serem desafiados para dinamizarem pequenas atividades para outros jovens.
  • Assembleia de Jovens onde se dinamizou um espaço de partilha entre jovens sobre desafios, necessidades, preocupações e outros assuntos que fossem relevantes para os participantes e de forma  a agregar informação para ser apresentada às entidades da rede de parceiros associados ao projeto.
  • Rede Territorial de Emprego Juvenil composta por representantes de autoridades locais, institutos públicos, instituições de ensino e empresas de diversos sectores para criação de sinergias entre as empresas e os parceiros do projeto de forma a providenciar apoio aos jovens do município.  

São Pedro do Sul – Projeto Acolher (Associação Fragas Aveloso)

A UMAR desenvolveu o seu trabalho de investigação em São Pedro do Sul, distrito de Viseu, observando o processo e resultados do projeto Acolher desenvolvido pela Associação Fragas Aveloso.

São Pedro do Sul apresenta-se identificada como uma zona em decréscimo populacional derivado do constante êxodo para as zonas litorais, consequência da reduzida oferta laboral e educativa existente no concelho. Esta região foi alvo de estudo para avaliar quais os fatores que levam ao decréscimo das faixas etárias mais baixas.

O projeto Acolher pretendeu juntar e capacitar jovens de zonas rurais para serem mediadores de Turismo Ético e Responsável nas aldeias de São Pedro do Sul. Envolveu encontros e atividades para promover o diálogo intergeracional entre os jovens participantes e habitantes das aldeias e promover o desenvolvimento de competências pessoais e interpessoais.

Realizaram-se também formações práticas sobre conceitos associados ao Turismo Ético e Responsável e ao desenvolvimento de atividades económicas.

Parceiros e apoios

Este projeto foi desenvolvido no âmbito do programa europeu Erasmus+ Ação Chave 2 sobre a coordenação da “Documenta – Centar za suočavanje s prošlošću” e envolve a colaboração conjunta das seguintes oito organizações europeias:

Mais informações na Plataforma de Resultados de Projetos  do Erasmus+.

Referência do projeto: 2018-2-HR01-KA205-047588